São Francisco de Assis

 


Giovanni di Pietro di Bernardone nasceu em 5 de julho de 1182, na cidade de Assis, norte de Roma. Filho do rico comerciante de tecidos Pietro di Bernardone e da francesa Pica Bourlemont, seus pais não mediram esforços para que o menino Giovanni crescesse em meio a uma forte cultura católica — fato que lhe propiciou a oportunidade de ser educado pela história dos cavaleiros, santos e reis bíblicos.

Apesar de viver em boa família, ainda na juventude a característica de maior destaque em Giovanni era sua inquietude e agitação que o levaram a ser indisciplinado, extravagante e aventureiro, qualidades estas que o fizeram almejar ser um soldado a serviço do Papa. Este porém não era seu verdadeiro caminho, e logo o jovem guerreiro foi preso, solto, realistado até que, por fim, desistiu da carreira militar, inspirado por um sonho em que Deus o direcionava para a vida religiosa, em um caminho de desapego dos bens materiais e de evangelização, com serviço aos mais necessitados.

·


São Francisco foi educado pela história dos
cavaleiros, santos e reis bíblicos


·

Com uma nova forma — para si e para os padrões da época — de encarar e viver intensamente a fé, logo o jovem Giovanni, chamado agora de Francisco de Assis, encontra diversos simpatizantes e seguidores que fizeram sua fama crescer rapidamente, a ponto de logo o Papa o receber para conversar e entender os motivos de uma fé tão radical. Após algumas audiências, Francisco recebeu a autorização papal para formar uma nova ordem religiosa. Começava ali, então, a Ordem dos Frades Menores que popularmente ficou conhecida como Ordem dos Franciscanos, cuja regra “primitiva” fundamental seria a pobreza absoluta, em imitação literal da vida de jesus Cristo e seus Apóstolos. Tinham na caridade e no trato com os doentes e os mais necessitados a orientação principal para os seus membros.

Sao Francisco de Assis


No entendimento de Francisco de Assis, a criação divina é perfeita
: cada coisa está em seu lugar no universo, vivendo em uma perfeita harmonia. Desta forma, tudo que existe foi criado por Deus e deve ser respeitado pelos homens, com atenção especial para os animais que devem receber, além de respeito, muito carinho de nossa parte. Esta opção e entendimento de vida fizeram de São Francisco de Assis o padroeiro dos animais, motivo pelo qual conta-se que, no dia de sua morte, aos 44 anos, como homenagem milhares de pássaros voaram para sua casa, pousando no telhado e cantando por horas.

São Francisco de Assis é com certeza um dos principais santos católicos, seja por sua opção de pobreza e humildade, seja por sua dedicação aos pobres e necessitados, ou ainda, por seu respeito aos animais. Sua obra e Ordem se expandiram por todo o mundo e atendem, geração após geração, a quem mais necessita. A Festa na Igreja é celebrada em 4 de outubro. Em Curitiba, a presença de sua filosofia de vida está no cotidiano de muitos.

São Francisco de Assis, rogai por nós!


Jorge Dias Junior, engenheiro, vice-coordenador da Pastoral da Comunicação (Pascom)


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *